Santo Ângelo x Nova Prata: Um empate triste de ruim

Santo Ângelo x Nova Prata: Um empate triste de ruim

Caderno de Esportes | Fotos: Outra Estação.com | © Todos os direitos reservados

Olhar a tabela de jogos do Grupo B da Terceirona Gaúcha antes da rodada deste fim de semana faria o santo-angelense somar mais três pontos ao Santo Ângelo sem pensar duas vezes.

O adversário, afinal, era o Nova Prata, equipe que em oito partidas havia conquistado apenas 1 ponto dos 24 disputados. Mas já disse o poeta que não existe jogo jogado.

O que se viu hoje à tarde, 26, no gramado do Estádio da Zona Sul, foi um time que não soube aproveitar a chance de ouro de conquistar mais três pontos e outro que, mesmo sem mais ambições na competição, teve as melhores chances de marcar gol nos 90 minutos de disputa.

É verdade que o Santo Ângelo entrou em campo com vários desfalques. Hugo e Paulo, expulsos na última partida, cumpriram suspensão automática. Já o goleiro Adryan Serpa, agredido em briga generalizada na partida contra o Brasil de Farroupilha, dia 19, não pode jogar por sentir uma lesão nas costas. Rodrigo Cercal e Wendryl também não estiveram em campo. E só aí você já soma quase meio time fora do jogo.

O gramado úmido e embarrado também foi um adversário. Jogadores dos dois times desperdiçaram várias jogadas por escorregões em momentos decisivos. Buracos precisaram ser cobertos com areia para evitar mais problemas.

A ausência do meio-campista Rodrigo Cercal, destaque do time desde o início da competição, parece ter sido fundamental para a pouca produtividade ofensiva do time da casa. As parcas tentativas saíram, principalmente, dos pés de outro Rodrigo, o Paraguaio.

Quem esteve no estádio percebeu já no primeiro tempo que aquele jogo só sairia do zero se muita coisa mudasse. No intervalo – em retorno do vestiário, a caminho do gramado -, o próprio treinador César Pagliarini reconheceu a falta de qualidade de seus comandados em depoimento ao repórter Rafael Ferreira, da Rádio Santo Ângelo.

“Não gostei nada. Talvez seja a pior apresentação dos últimos jogos. Não gostei da atitude dos jogadores”, comentou o treinador.

Jogo reiniciado, novos 45 minutos para construir a desejada vitória. Mas as coisas continuaram não dando certo. Pioraram.

O substituto Fabiel Marquardt não fez feio. Graças ao goleiro, o time missioneiro não saiu de campo derrotado. Em alguns momentos da segunda etapa, teve boa atuação e impediu o gol que daria a primeira vitória ao Nova Prata na competição.

Mas o camisa 1 também foi protagonista do lance mais polêmico da partida. Aos 10 minutos do 2º tempo, Fabiel disputou a bola com o adversário e Júnior caiu dentro da área (foto abaixo). Mais sorte do que juízo? Talvez. O árbitro entendeu que a queda não foi resultado de um toque do goleiro nas pernas do meio-campista do Nova Prata e deu sequência ao jogo.

Aos 48, o Nova Prata ainda marcaria um gol, rapidamente anulado pelo árbitro por irregularidade. Mais uma vez o Santo Ângelo escapou do pior.

O empate por 0 a 0 teve gosto de derrota. Além de ter sido conquistado contra um adversário já desclassificado, deixa o time das Missões mais distante do Brasil de Farroupilha.

Para terminar em segundo no Grupo B, depende de uma vitória no último jogo da fase, contra o Santa Cruz, fora de casa, e tropeços do Brasil nas duas partidas que lhe restam.

O 1º e o 2º de cada grupo têm a vantagem de levar para seus domínios o segundo jogo do mata-mata da próxima fase.

No outro jogo do grupo no domingo, Cruz Alta e Santa Cruz empataram por 1 a 1. Gaúcho e Brasil se enfrentam quarta-feira, 29.

Santo Ângelo x Nova Prata: Um empate triste de ruim

[ o ] Veja aqui imagens da partida entre Santo Ângelo e Nova Prata

Vozes de campo

O time sentiu bastante o desenho descaracterizado da equipe em campo neste domingo. O meia Robert reconheceu que a falta de entrosamento confundiu os jogadores em campo, que sequer tiveram a oportunidade de treinar no Estádio da Zona Sul durante a semana em função do clima para preservar o gramado.

Especialmente Robert sentiu a falta de Rodrigo Cercal para o bom desempenho do setor de ataque no enfrentamento contra o Nova Prata ↓.

O zagueiro Jan (foto acima) preferiu dar foco ao que de positivo o time construiu no jogo desta tarde. Para ele, se houvesse um vencedor, teria que ser o Santo Ângelo ↓.

Pagrliarini seguiu a linha de fala do intervalo de jogo e ficou bastante insatisfeito com a apresentação do time diante do fraco Nova Prata.

“É um resultado muito ruim para o Santo Ângelo. Vamos trabalhar durante a semana para tentar corrigir o que não deu certo”, disse após o apito final.

Próxima rodada

A 10ª rodada está marcada para o dia 2 de junho. Além de Santa Cruz x Santo Ângelo, jogam Nova Prata x Gaúcho e Brasil de Farroupilha x Cruz Alta. Todos as partidas às 15h.

Santo Ângelo 0x0 Nova Prata

Data: 26 de maio de 2019, 15h

Local: Estádio da Zona Sul, em Santo Ângelo – RS

Santo Ângelo: Fabiel; Padel (Fabiano), Lucas, Jan e Gabriel; Thiago, Leonardo (Fábio), Jonatas (João Pedro) e Robert; Rodrigo Paraguaio e Matheus. Treinador: César Pagliarini

Nova Prata: Daniel; Anderson (Carlos Alexandre), Diego, Gregory e Klinger (Halyson); Ramom, Selthon, Dago e Jonathan; Sidnei (Guilherme) e Nery. Treinador: Valdir Maciel Lemos

Arbitragem: Edegar da Silva Frick, com Joao Carlos Pedersen e Lucas Natan Leite Goulart

Cartões: Amarelos – Santo Ângelo: Gabriel, Lucas. Nova Prata: Sidnei, Diego, Klinger, Dagoberto, Ramon, Jonathan

Terceirona Gaúcha - Grupo B

[+] Veja mais Caderno de Esportes aqui

Publicidade