Campanha do Agasalho 2019 prioriza doação de roupas infantis

Campanha do Agasalho 2019 prioriza doação de roupas infantis

Boas Ideias | Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini/Divulgação

A Campanha do Agasalho 2019 foi lançada quinta-feira, 9, no Palácio Piratini. Tradicionalmente iniciada entre junho e julho, foi antecipada para o começo de maio a fim de arrecadar o maior número de doações antes da chegada do frio. Neste ano, a prioridade são roupas infantis, tanto de bebês como de crianças maiores.

As roupas doadas devem estar limpas e em boas condições de uso. A população também pode doar cobertores, artigos de cama, mesa e banho, calçados, meias, produtos de higiene e limpeza, e alimentos não perecíveis e cestas básicas. Santo Ângelo tem um dos pontos de coleta do Estado, na Coordenadoria Regional da Defesa Civil (RS-344 – KM 97, junto ao quartel da Brigada Militar).

O governador Eduardo Leite inaugurou a campanha, fazendo a primeira doação. “Esse casaco me acompanhou durante toda a corrida eleitoral, esteve comigo em momentos importantes e me trouxe sorte. Sei que, agora, ele pode fazer parte da história de outra pessoa”, comentou, reiterando que as doações devem ser de itens que se encontrem em bom estado.

De acordo com o chefe da Casa Militar e coordenador de Proteção e Defesa Civil, Júlio César Rocha Lopes, a Defesa Civil é responsável pela triagem e pela organização dos itens doados.

“Sabemos que o povo gaúcho é solidário e esperamos um grande volume de doações para levar alento aos que precisam”, afirmou. Neste ano, pela primeira vez, será realizada também a contagem de donativos recebidos nos pontos de coleta espalhados pelo interior.

Coleta e distribuição

As doações são recebidas e passam por uma triagem rigorosa. Em seguida, são enviadas para vítimas de desastres naturais, instituições beneficentes e famílias carentes.

Casas de passagem, ONGs, instituições religiosas, asilos e instituições que acolhem menores em situação de vulnerabilidade social também são contempladas.

Os municípios interessados em receber doações precisam manifestar interesse na Central de Doações da Defesa Civil, no Centro Administrativo do Estado, em Porto Alegre.

Conforme a demanda, as doações são organizadas e separadas para que municípios ou entidades assistenciais interessadas possam fazer a retirada.

Cerca de 100 municípios procuram a Central de Doações todos os anos. Embora a doação seja amplamente estimulada neste período, a Central funciona o ano todo, das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Desde o começo de 2019, já foram recebidos 16,9 quilos de alimentos não perecíveis, 47.750 peças de roupa, 3.080 pares de calçados, 787 peças de cama, mesa e banho, e 1.867 itens de higiene e limpeza. Boa parte dessas doações foi enviada aos municípios da Fronteira Oeste, atingidos por chuva e inundações em janeiro.

Pontos de doação

  • Central de Doações da Defesa Civil do RS  Borges de Medeiros, 1.501 – térreo, em Porto Alegre)
  • Todos os quartéis da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros
  • Coordenadorias regionais da Defesa Civil: Porto Alegre, Santa Maria, Pelotas, Santo Ângelo, Uruguaiana, Frederico Westphalen, Lajeado, Caxias do Sul e Passo Fundo
  • Supermercados Zaffari (36 pontos de coleta)
  • Farmácias São João (700 pontos de coleta)
  • Unidades do Sesc (66 pontos de coleta)

[+] Veja mais Boas Ideias

Publicidade