Caminhoneiros de Santo Ângelo são encontrados após dias desaparecidos

Caminhoneiros de Santo Ângelo são encontrados após dias desaparecidos

Caderno de Notícias | Fotos: Arquivo Pessoal/Divulgação

Os dois santo-angelenses que estavam desaparecidos desde quinta-feira, 7, foram encontrados, de acordo com familiares.

Rodnei Schirmann e o filho Rodolfo Shirmann Neto viajavam em um caminhão com placas IOT 0067 e entraram em contato com a família, em Santo Ângelo, quando estavam em Minas Gerais.

Vestibular Fasa 2020

Ontem à noite, 9, Rutiele de Oliveira, prima e sobrinha dos desaparecidos que tem se empenhado em divulgar o desaparecimento dos dois em canais de mídias sociais, publicou uma breve mensagem sobre os familiares que foram encontrados: “Tivemos notícia de que eles estão vivos. Pelo menos um bom sinal, até agora”.

Em um grupo de caminhoneiros do Brasil no Facebook, os administradores publicaram um texto afirmando que, em contato com a família de Rodnei e Rodolfo, souberam que o filho teria sido atropelado, deixando o pai em “estado de choque”. Ambos estão vivos, internados em um hospital mineiro, mas a localização ainda não foi divulgada.

Caminhoneiros de Santo Ângelo são encontrados após dias desaparecidos

Relembre o caso do desaparecimento de Rodnei Schirmann e Rodolfo Shirmann Neto

A esposa de Rodnei, Daiane, diz ter recebido uma ligação do marido por volta de 2h da madrugada do dia 7 de novembro. Ele teria dito que o filho do casal estava morto.

Em choque, ela jogou o aparelho de telefone celular no chão e, ao tentar retomar o contato, a ligação havia sido encerrada. Desde então, não conseguiu mais informações sobre o marido e o filho viajantes.

Um pouco antes, às 21h36 de quarta-feira, 6, o mesmo Rodnei havia ligado para sua mulher, ambos conversaram normalmente e desejaram uma boa noite um ao outro.

Um boletim de ocorrência foi registrado por Daiane na Delegacia de Polícia de Santo Ângelo. De lá para cá, polícias de diversos estados brasileiros também trabalham em busca de Rodnei e Rodolfo.

A repercussão nas mídias sociais iniciou na noite desta quinta-feira. Uma rede de solidariedade foi formada por veículos de comunicação e grupos de Facebook e WhatsApp, principalmente, na divulgação do desaparecimento de pai e filho.

[+] Veja mais Caderno de Notícias aqui