Trabalhe em casa! E terá mais serviço…

Trabalhe em casa! E terá mais serviço...

Coluna Venturis Ventis


Opinião | Foto: Outra Estação.com | © Todos os direitos reservados

Parece ser uma grande ideia jogar pra cima uma carteira assinada, emprego com horas de trabalho definidas (mas com rendimento abaixo do esperado) e resolver ser dono do próprio destino.

Fazer do computador de sua casa a nova estação de trabalho. Dormir e criar no mesmo lugar. Sem colegas para conversar ao lado, prejudicando sua concentração. Nada de ter que se cuidar ao acessar o Facebook e não se preocupar que algum colega fofoqueiro lhe denuncie pro chefe sobre sua aparente procrastinação. Você, dono do seu próprio mundo. Trabalhe em casa. É muito poder!

Mas, apesar da brincadeira acima sobre as supostas vantagens de trabalhar em casa, é preciso ter muita organização e concentração para fazer o negócio render e oferecer o retorno que você espera.

Listas são sempre uma boa saída para quem quer atrair visitas ao seu blog. E muitos já escreveram sobre isso, enumerando os erros que influenciam na produtividade em casa.

Algumas dicas são, de fato, muito importantes para aqueles que iniciam agora uma nova vida profissional em home office. No mínimo, ajudam a começar errando o mínimo possível. Sim, o mínimo, já que fórmulas para evitar erros não existem e cada pessoa tem suas características. Elas, obviamente, influenciam no resultado das ações.

Organização é fundamental. Você pode até decidir trocar o dia pela noite, moldando o cronograma de maneira que seja confortável ao seu novo modo de viver. Mas não pode esquecer de dedicar ao trabalho as horas necessárias à execução de suas atividades.

Anote, se preciso, os momentos de início e encerramento, quantos intervalos pode fazer para não prejudicar o desempenho. Uma das desvantagens de trabalhar sozinho em casa é não poder jogar a culpa no colega por algo que não deu certo (ahahah). Neste formato sua responsabilidade é bem maior.

Sobre as horas, existe a liberdade para decidir qual o melhor período, mas não se esqueça que, apesar de dono do próprio nariz, você depende do relacionamento com outras pessoas para executar seus serviços.

Sejam elas clientes, fornecedores, prestadores de serviços. Não adianta resolver trabalhar e ficar disponível apenas entre 0h e 8h se seus possíveis clientes estão dormindo, tomando café ou se deslocando para o serviço neste período.

Logo, logo você descobre que não é seu dono e terá que se adaptar ao ambiente. Depende de outras pessoas para fazer a roda girar. Logo se vê no mesmo ritmo que tinha quando trabalhava em uma empresa. A única – e boa – diferença é que agora, quanto mais você faz, maiores as chances de ficar rico. E não o seu chefe!

Resumindo

  • Defina um período de trabalho, com hora de início e encerramento
  • Escolha um ou dois dias para a folga da semana
  • Torne o ambiente agradável, mas não se permita perder o foco, você depende disso para que o negócio ande
  • Só permaneça disponível em programas de conversação, redes sociais e telefone se souber se comportar, ou será praticamente impossível se concentrar – o mesmo vale para contato durante seu horário de trabalho com pessoas que moram na mesma casa
  • Esqueça a geladeira e armários da cozinha com todos os alimentos sedutores que estão guardados lá – além de engordar, fará perder a atenção com constantes interrupções para buscar guloseimas e bebidas
  • Quando possível, levante e caminhe, faça algo diferente do que realiza enquanto está trabalhando, seja dentro ou fora de casa, desde que não ultrapasse um período de 30 minutos
  • Evite trabalhar fora do horário planejado, você precisa descansar, pensar em outras coisas, dar atenção à família, amigos
  • Por fim, desrespeite algumas das regras escritas aqui e invente outras, a vida é sua!

[+] Veja mais Opinião aqui

Publicidade