Antonio Fontoura sem fronteiras com Olhar de Flor e Espera

Antonio Fontoura sem fronteiras com Olhar de Flor e Espera

Entrevista | Foto: Outra Estação.com | © Todos os direitos reservados

Antonio Fontoura lançou em 2015 um novo disco: Olhar de Flor e Espera. O cara já se aventurou no rock, punk, mas desde a infância esteve envolvido com a música destes pagos – e é nela que ele tem se escorado nos últimos anos com pesquisa, apresentações em festivais e gravações.

O disco foi produzido por Juliano Moreno e gravado em Santana do Livramento. É  composto por 14 canções e conta com participações de Xiru Antunes, Daniel Cavalheiro, Juliano Moreno, Alex Har e Eduardo Maycá. Olhar de Flor e Espera pode ser comprado na loja virtual da Minuano Discos. Clique aqui.

Outra Estação – Como foram escolhidas as canções que integram este disco?

Antonio Fontoura – Com muito sentimento e um tanto de “razão”. Tentei escolher e criar obras que agradam não só aos ouvidos, mas, principalmente, alma e coração, deixando de lado aquele estilo mais xucro do meu primeiro CD para fazer um trabalho ainda mais sincero comigo e para o público que me ouve.

Quais são as principais qualidades dele?

Creio que é a sinceridade, pois ali estou por inteiro. São meus sentimentos, minhas ânsias de vida, meu romantismo e o campeirismo, que é a identidade da gente gaúcha e demais culturas do Mercosul que ajudaram a enriquecer nosso folclore.

Este é o tipo de trabalho que você fez pensando rodar todo o Brasil?

Pode parecer engraçado, mas não faço um trabalho artístico com essa visão. Em minha arte tento atingir sempre o maior público possível. Sei que é impossível comparar quantitativamente os seguidores da nossa cultura com o público desses estilos que estão nacionalmente na moda, mas nossa gauchada é mais fiel.

[+] Veja mais Entrevista aqui