Banco do Brasil e Sebrae assinam acordo que pode beneficiar pequenos negócios

Banco do Brasil

Caderno de Negócios | Foto: Outra Estação.com/Arquivo | © Todos os direitos reservados

Donos de pequenos negócios receberão qualificação em educação financeira para ampliar o acesso a serviços e soluções bancárias. Sebrae e Banco do Brasil assinaram acordo para contribuir para a geração de negócios sustentáveis, entre Microempreendedores Individuais (Mei), Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (EPP).

A parceria entre as duas instituições também vai melhorar a qualificação do empreendedor para fins de crédito e apoiar a expansão da Empresa Simples de Crédito, que já somam mais de 400 negócios no país.

Com o acordo, o banco será a principal plataforma para as Empresas Simples de Crédito (ESC), que é um dos principais meios para os pequenos negócios obterem empréstimos a baixo custo e sem burocracia.

Pelo convênio de cooperação técnica entre as duas instituições, o Banco do Brasil vai oferecer assistência creditícia, privilegiando os clientes qualificados pelo Sebrae com melhores taxas, tarifas de serviço diferenciadas e Cartão do Empreendedor.

Especialistas das duas instituições farão orientação conjunta e uma troca de experiências para melhor atender aos donos de pequenos negócios.

“Nós e o Banco do Brasil continuamos trabalhando juntos, pois temos uma rede de representatividade, pessoas qualificadas e vamos contribuir ainda mais para o desenvolvimento do país”, afirmou o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, ressaltou que a instituição possui hoje pelo menos dois milhões de clientes do segmento das micro e pequenas empresas e reafirmou a importância da parceria.

“Somar as forças das duas casas é certeza de sucesso”, disse Novaes. “Quem ganha com a parceria de dois gigantes são os donos de pequenas empresas, que são o futuro do país”, acrescentou o presidente do BB.

Segundo o vice-presidente de Distribuição de Varejo do banco, Carlos Mota dos Santos, uma das medidas adotadas é apoiar as ESC para fortalecer os pequenos negócios. “Vamos dar todo apoio às Empresas Simples de Crédito, que terão o Banco do Brasil como plataforma”, anunciou.

O acordo também prevê o compartilhamento de inteligência de dados para oferta de benefícios do Banco do Brasil aos clientes do Sebrae e disponibilização de atendimento do Sebrae (cursos, consultorias, palestras etc.) para clientes do banco.

As duas instituições promoverão ainda a educação financeira dos empresários assistidos e haverá intercâmbio de soluções educacionais para seus colaboradores.

“O convênio vai possibilitar um melhor acesso aos serviços financeiros pelos donos de micro e pequenos empresas e uma melhor troca de informações”, observou o chefe de gabinete da presidência do Sebrae, Márcio Augusto Montella.

Na sede do Sebrae RS, a diretoria executiva da organização, bem como representantes do Banco do Brasil no estado, acompanharam a transmissão ao vivo do evento realizado e Brasília.

Também ocorreu transmissão da assinatura para as unidades regionais do Sebrae no interior, com a presença dos gerentes do Banco do Brasil e do Sebrae RS.

[+] Veja mais Caderno de Negócios aqui

Publicidade